25 de mai de 2007

PROA08


Seminário Paulo Freire
Eu já conhecia a grandeza dos escritos de Paulo Freire, o nome já me era familiar. Conheci um pouco sobre ele na minha Pós Graduação lá em 2000, depois fui trabalhar com Educação de Jovens e Adultos-EJA na rede estadual de ensino em 2003, aumentando um pouquinho meus conhecimentos em relação a ele. Mas só agora com este seminário é que pude ter um contato mais de perto sobre a vida e a obra de Paulo Freire, foi muito gratificante ter participado deste Seminário com o Proa08. Embora eu já tivesse feito algumas leituras em relação a Metodologia de Paulo Freire, aqui tive a oportunidade de me aprofundar um pouco mais, pois pude ler, reler, anotar, registrar, refletir sobre vários textos sugeridos pelas professoras para que pudéssemos realizar as atividades propostas pelo seminário. O tempo foi um fator crucial e muito importante na questão dos prazos para a realização das tarefas, pois tínhamos outras atividades de outros PROAS também com prazos para realizá-las pois o curso está em andamento. Senti em não poder participar das atividades opcionais que o seminário oferecia. Sei que tenho um longo caminho a percorrer se quiser me apropriar e conhecer melhor a teoria de Paulo Freire. Temos muito ainda para conquistar quando falamos em educação... mas a mudança é possível ! ...Proporcionar uma educação questionadora/libertadora/ dialógica para todos, promovendo a autonomia onde o indivíduo possa vir a ser sujeito no seu processo de construção da aprendizagem. Pois bem... o que eu gostaria de destacar é que desenvolvi meu Projeto de Aprendizagem na E.E.E.F. Professora Lucille Fragoso de Albuquerque que contempla o Ensino Fundamental o Médio e a EJA, trabalhei com uma turma de EJA a Totalidade 8. Conforme fazia minhas leituras para realizar as atividades/tarefas do Proa08, eu visualizava o que aconteceu no decorrer do processo de desenvolvimento dos PAs com os educandos, foi espetacular eu ter presenciado alguns fatos descritos nos escritos de Paulo Freire. A relação educador e educandos, a autonomia que os trabalhos propuseram a eles em se tornarem sujeitos da sua busca, escolhendo o tema de sua curiosidade, foi muito bom ter presenciado e participado deste processo naquele momento. Sempre é tempo para podermos buscar/trocar/aprender pois estamos num processo contínuo de aprendizagem e construção de conhecimento..." Ninguém educa ninguém. Ninguém se educa sozinho....."

Nenhum comentário: